Archive for Julho, 2010

h1

The Cranberries de volta ao Brasil

Julho 6, 2010

(Postado por Rogues)

The Cranberries

Não é a banda que eu mais amo de paixão-de-todo-meu-coração, mas, num passado não tão distante, curti muito The Cranberries, seja pelo som melódico, seja pelo tanto que me instigava e ainda instiga quando ouço.

Ouvia aquela vozinha aguda e sensível, que tem uma potência incrível.

Em termos de instrumentistas, sei que deixam a desejar, já que usam de artifícios comuns em compositores e arranjadores coringas (salvem os riffs meia-boca).

Bom, o fato é que fiquei sabendo que todas as vezes que tocam por aqui o show é show, com perdão do trocadilho!

Acho que eles gostam de tocar na nossa terrinha (sei que é porque estão pagando, mas belê), pois dia 14 de outubro deste ano, estarão de volta em Sampa, no Credicard Hall. Os ingressos irão variar  de R$100,00 a R$300,00 e poderão ser adquiridos pelo telefone (11) 4003-5588 e aqui.

Pronto, chega de propaganda. Estou pensando mesmo em ir lá ver “qual é” e ouvir clássicos como  “Zombie”, “Just my imagination” e “Linger”.

Aliás, a primeira vez que ouvi “Zombie” curti muito e foi ao som de uma banda de Poços de Caldas/MG, Betty Boop, na cidade de Ouro Fino/MG, numa festa perdida por lá. Como uma amiga que me sugeriu o post, deixei ela dar pitacos. Ela pediu pra colocar o clipe de “Zombie” por aqui, então, lá vai:

Comentário (Dr. Zappia): Eu fico imaginando a Angélica sonhando em ser convidada ao palco pra cantar a versão dela de “Linger” pqp

h1

Ah, essa menina!

Julho 1, 2010

(Postado por Rogues)

Foi em um dia tranquilo e pacato que um amigo me apresentou as músicas de  Bruna Caram. Nunca tinha ouvido falar antes, mas, digamos, foi “amor musical a primeira ouvida”; alheio aos sons mais roqueiros clássicos que eu geralmente ouço.

Tem a voz demasiadamente forte e com personalidade, o que falta em alguns músicos atuais na minha opinião. Não por menos, vendo alguns vídeos dessa “menina mulher” no youtube, me encantei com seu jeito cênico e suave de embalar as músicas. Ao que parece é uma entusiasta de sons antigos que geraram as músicas de qualidade brasileira.

Fica a dica, então, caríssimos. Quem quiser conhecer, em seu site oficial, pode-se ouvir um pedacinho de cada música de seus dois álbuns. Só clicar aqui.

Ps: Entrei em contato com  a sua produção e, em breve, tentaremos uma entrevista com ela.